sábado, 20 de novembro de 2010

Dia da Consciência Negra




Hoje comemorados o dia da Consciência negra,
Dia de lembrarmos e orgulharmos de nossas raízes,
Dia dedicado à reflexão do que é ser negro
em um país em que ainda encontram-se sementes do racismo.
Dia de relembrar os milhares de negros africanos que foram arrancados de suas terras,
Trazidos em um navio e escravizados em terras distantes,
Tantos que morreram ao longo da viagem,
Outros inúmeros negros
Morreram pelo cansaço
Pela fome
Pelos maus tratos
Pelas dores.
Povo desvalorizado, humilhado, marginalizado,
E que com o passar dos anos
Procura mostrar a sociedade
Que o negro tem seu valor,
Que o negro não é simplesmente um coitadinho,
Mas o negro é acima de tudo
Um povo belo
Guerreiro
Lutador
Determinado
E com seu suor e sangue,
Lágrimas e gemidos,
Saudades e esperança
Ajudaram a construir a nação brasileira.
Hoje não é um dia de fingirmos
Que somos iguais.
Iguais em que?
Nas universidades somos minoria,
O maior índice de abuso sexual é cometido contra as mulheres negras.
Para a maioria das pessoas
O negro não é um padrão de beleza,
O cabelo do negro é definido por muitos como “cabelo ruim”,
Os lábios carnudos como “beiços inchados”,
Os ritos religiosos “coisa ruim”, ritos satânicos.
20 de novembro não é um dia dedicado ao ressentimento,
Mas é um dia de expressar com orgulho o que somos.
Somos negros,
Valentes e determinados.
Que procuram o seu lugar em uma sociedade excludente.
Hoje é dia de dá um
Viva a zumbi dos Palmares
E a todos os negros que lutaram pelo seu povo.
É dia de gritar que
Somos negros com orgulho!
Orgulho da nossa beleza,
Do nosso sorriso,
Do nosso cabelo,
Enfim, é dia de celebrar!
De conscientizar e ser conscientizado,
Que o negro vale muito,
Que o negro quer espaço,
Que o negro tem sua cultura.
É dia de gritar não ao racismo!
Viva Zumbi!
Viva os negros e negras,
Que constroem e transformam este país.

Axé

Sú Ferraz

domingo, 14 de novembro de 2010

Novos Tempos


Nas tardes frias e chuvosas do final do mês de outubro
Eu só pedia ao tempo

Que chegasse logo o verão
E que os dias quentes
Podessem aquecer meu coração 
E finalmente
Esses dias chegaram
Dias mais alegres
Sol
Canto dos pássaros
Flores
Cores
Dias quentes
Dias de mais vida
E que os dias do mês de novembro
Possam alegrar mais ainda a minha vida
Trazendo-me mais amores, mais cores, mais flores
Um novo tempo começa
Tempo novo
Tempo de viver
Tempo de ser feliz

Sú Ferraz





sábado, 6 de novembro de 2010

Aos meus amigos

                                           Foto: Sú Ferraz - Morrinhos/Poções - BA
BONS AMIGOS

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.

Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.

Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.

Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.

Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.

Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,

Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!


Machado de Assis

Eu Não Sei Na Verdade Quem Eu Sou

Às vezes paro a me perguntar
Afinal, quem eu sou?
Não sei se dentro mim vive mais uma menina
Ou uma mulher
Por muitas vezes sou uma menina cheia de sonhos
Por hora sou uma mulher independente, que busca seus objetivos
Uma menina que só quer um colo
Uma mulher que só quer um amor
Menina, que vive no mundo irreal
Mulher determinada que desafia os obstáculos
Poderei levar toda a minha vida para responder esta pergunta
Porque tenho um pouco das duas
Ora menina-mulher
Ora mulher-menina

Tarde de uma Quarta-feira
Ás 17h26min de 20 de outubro de 2010

terça-feira, 2 de novembro de 2010

“Quem inventou o amor? Explica-me, por favor"



É tão belo deparar-me com casais apaixonados
Que trocam caricias, palavras ternas, juras de amor...
Gestos propícios de quem ama
Amor combinação de sentimentos: loucura, razão, paciência, dor, alegria...
Sentimentos ora aguçados
Ora amenos
Sentimento este que eu ainda não experimentei
Peço ao senhor do futuro, o Tempo
Que mande alguém que me ensine a viver um grande amor
A descobrir  por que o amor é cego
Por que as pessoas fazem loucuras de amor
Vivem por amor
Morrem por amor
Que sentimento é esse, que ultrapassa os limites
Que transforma as pessoas
Que faz de um homem e uma mulher
Eternos amantes
Alguém aí,
Explica-me, por favor,
O que é o amor


Madrugada de 19 de outubro de 2010

Sú Ferraz